Ceart oferece oficina “Artefatos Tradicionais – Cipozeiros em Movimentos” nos dias 14 e 15 de junho

Nos dias 14 e 15 de junho ocorrerá no Centro de Artes a oficina “Artefatos Tradicionais – Cipozeiros em Movimento”, que tem por objetivos a difusão dos conhecimentos tradicionais dos cipozeiros e o ensino da prática de artesanato feito com as fibras naturais peri, taboa e cipó imbé. A oficina, aberta ao público, será realizada gratuitamente das 14h às 18h na sala básica 3 do Centro de Artes.

Na oficina serão ensinadas diferentes maneiras de trabalhar com as fibras para a confecção de balaios, cestas, esteiras e objetos figurativos, como jacarés, peixes, e perus, além de brincos, chapéus e outros acessórios. Os ministrantes da oficina são cipozeiras e cipozeiros do município de Garuva, localizado no norte de Santa Catarina, que atuam na coordenação do Movimento Interestadual de Cipozeiros e Cipozeiras (MICI).

“A oficina terá como enfoque não somente as técnicas utilizadas para a confecção de objetos de uso, mas também as estratégias de manejo dos recursos naturais da Floresta Atlântica e uma melhor compreensão sobre o modo de vida das pessoas que dependem dela”, afirma Douglas Antunes, professor de Design do Ceart. O professor coordena o programa  de extensão “O Sentido do Olhar: Os Usos Sociais do Desenho”, que promove a oficina em conjunto com o Gupo de Pesquisa e Práticas Interdisciplinares em Sociabilidades e Territórios – PEST, do Centro de Artes da Udesc.

As inscrições podem ser feitas até o dia 08 de junho, enviando nome, telefone, curso e instituição de ensino para o email oficinacipozeiros@gmail.com. Serão disponibilizadas 20 vagas, e caso o número de inscritos supere este limite, há expectativa de que uma nova oficina ocorra no segundo semestre.