Oficina de experimentação em Arduino e Processing para artes midiáticas e instalações multimídia ocorre no Ceart

Será oferecida no Centro de Artes (Ceart/Udesc), no mês de maio, uma oficina de experimentação sobre a plataforma Arduino e o software de programação Processing – que podem ser utilizados no campo das artes midiáticas e das instalações artísticas multimídia.

A oficina será ministrada por Ramiro Polla, membro Tarrafa Hacker Clube de Florianópolis, e realizada em duas turmas, nos dias 23 e 30 de maio (quartas) e 24 e 31 (quintas). Os encontros da primeira semana serão de introdução aos circuitos eletrônicos e à plataforma Arduino, com  demonstração do circuito eletrônico ligado a sensores de presença, ou de temperatura e cores; e os da segunda serão voltados à integração entre o Arduino e o Processing.

Os encontros ocorrerão no laboratório de informática do prédio do Departamento de Artes Visuais, das 13h30 às 17h30, no horário das disciplinas Artes Midiáticas e Instalação Multimídia, dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Artes Visuais. Os interessados em participar da oficina devem manifestar interesse pelo email c2yrga@udesc.br. Caso algum interessado não seja aluno da Udesc, poderá participar havendo disponibilidade e deverá levar Arduino próprio.

“O conhecimento do circuito eletrônico do microcontrolador  Arduíno  e as possibilidades de entradas e saídas analógicas e digitais, junto à linguagem de programação do Processing, que permite uma imagem dinâmica, darão um panorama mais atualizado da experimentação e produção audiovisual usando as tecnologias mais recentes”, afirma a professora do Departamento de Artes Visuais, Yara Guasque, coordenadora do evento.

A oficina de experimentação em Arduino e Processing está sendo promovida pelo Departamento de Artes Visuais (DAV) do Ceart em conjunto com o Hacklab Tarrafa (TarrafaHC ) de Florianópolis, comunidade que reúne entusiastas de tecnologia com interesses em áreas como computação, ciências, eletrônica e artes.

Sobre o Arduíno e o Processing
Arduíno é um microcontrolador com entradas e saídas analógicas e digitais, constituído de software e hardware de programação aberto, podendo ser reprogramado conforme a necessidade do projeto e o acoplamento de sensores da instalação multimídia. É destinado a artistas, designers, e qualquer pessoa interessada em criar objetos ou ambientes interativos. Processing é um software livre usado no design de instalações artísticas.

Sobre o ministrante
Ramiro Polla é membro do Hacklab Tarrafa (TarrafaHC ) de Florianópolis, e é estudante do último ano de Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).  Estagiou no Laboratório de Integraçao Software / Hardware (LISHA) na UFSC de 2006 a 2007 e novamente de 2009 a 2010, onde trabalhou com o desenvolvimento de sistemas embarcados de áudio/video.

Em 2006, envolveu-se com o projeto de código livre FFmpeg e participou como desenvolvedor do projeto até 2011. Durante este período, participou duas vezes (em 2008 e em 2009) do projeto Google Summer of Code, que incentiva o desenvolvimento de projetos de código livre em todo o mundo.

Participou do encontro de desenvolvedores de software livre LinuxTag, em 2008, em Berlim, na Alemanha; do Fórum Internacional do Software Livre (FISL), em 2010, em Porto Alegre; e do Free and Open source Software Developers’ European Meeting (FOSDEM), em 2011, em Bruxelas, na Bélgica.